Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘morar com o namorado’

Primeiramente:

Ahhhhhh! Até que enfim!

Segundamente:

Senta que lá vem história!

Recentemente a roommate da minha irmã precisou se mudar por conta do trabalho. Minha irmã arrumou outra roommate. A nova roommate não obedece as regras, pega a comida dela, deixa as calcinhas molhadas no banheiro e não tinha dinheiro para cobrir o primeiro cheque de aluguel. Conclusão, minha irmã pediu para ela procurar outro lugar para morar.

Em tom de brincadeira, minha irmã me mandou uma mensagem perguntando se eu não queria ser a nova roommate dela. Rimos. Eu disse que iria perguntar ao Plínio o que ele achava dessa ideia, já imaginando que a resposta seria: vamos ver. Mas não, me enganei! Ele achou a ideia ótima. Principalmente pelo fato de estar de olho no curso da Kaplan preparatório para o Step 1, em Nova Iorque. Três dias depois já estávamos com nossas passagens compradas!

Como o curso começa dia 12 de outubro, precisamos organizar tudo para chegarmos antes. Conseguimos comprar passagens mais em conta para o dia 10. Como estamos indo com visto de turista, voltaremos antes de 6 meses, final de fevereiro. O plano é voltarmos para o Brasil para o Plínio fazer o Step 1 e para nos casarmos e depois retornarmos aos Estados Unidos com visto de estudante para ele fazer o externship.

Já anunciei todos meus móveis. Vendi tudo praticamente na mesma hora! Durante essa semana as pessoas virão buscar as coisas. Uma amiga vai ficar no meu apartamento até o fim do contrato.

Já estamos vendo uma maneira de enviarmos nosso dinheiro daqui pra lá sem precisar de terceiros. Ainda estamos no processo.

Não sei se vou conseguir levar meu gatos. Na casa da minha irmã não pode animais. Ainda estou na esperança, mas uma amiga já se ofereceu para cuidar deles na minha ausência.

Estou muito ansiosa desde a decisão. Ando com dor de cabeça e muito sono. Minhas mãos estão descamando toda por conta do stress. Apesar disso tudo, estou feliz pra cacete que finalmente vamos inicias uma nova etapa. Ainda mais porque vai dar tempo de aproveitar o Halloween!

 

Anúncios

Read Full Post »

Desde que minha mesa de jantar chegou, eu não senti muita firmeza na minha decisão de ter a comprado. Na verdade, eu estava até um pouco decepcionada. Sabe quando você olha uma coisa na loja e acha maravilhoso, mas depois que leva pra casa começa a questionar se foi uma boa compra? Pois é, esse é o caso.

Pra começo de conversa, percebi que o acabamento que foi dado no tampo da mesa, que teoricamente é de madeira maciça, mancha demais. Qualquer coisa já deixa marcas de gordura sob a mesa. E não basta passar um pano seco para removê-las, precisa passar óleo ou algum outro produto específico para madeira.

Já me aconselharam a comprar um tampo de vidro para pôr sob a madeira. Mas eu não sou muito fã de vidro. Se eu quisesse uma mesa com tampo de vidro, teria comprado. Outro conselho foi comprar uma toalha de mesa. Poxa, comprei uma mesa de madeira justamente para poder deixá-la aparente, agora vou ter que cobrir?!

Já não bastava essa minha insatisfação com o acabamento, quando um dia, enquanto desembalava o espelho que comprei para pôr no banheiro, este escorregou da minha mão e deu com a quina na mesa. Agora, se você conhece madeira da boa, você sabe que precisaria mais que uma simples batida no tampo para danificá-lo. Mas nesse caso, foi o suficiente para ferir a mesa. Parece que eu peguei uma faca e cravei com vontade em uma madeira macia. Madeira macias não são adequadas para tampos de mesas.

Depois disso, o namorado ainda deixou um rodízio (rodinha) do armário da cozinha cair na mesa. Mais uma vez, não deveria ter ocorrido nada, mas ocorreu mais um buraquinho.

Se isso tudo não era o suficiente, o namorado logo descobriu que as cadeiras da mesa estavam desmontando. A parte de trás estava desencaixando do assento. Gente não é possível! E agora, ainda por cima, estamos começando a perceber pequenos buracos no acabamento do encosto das cadeiras, como se fosse cupim, mas não tem cupim.

Minha mãe, indignada com tudo isso, ligou para a loja e marcou para irem dá uma olhada na mesa hoje. Ou seja, vou ter que sair cedo do trabalho para poder esperar  o pessoal do “comitê de avaliação técnica”. Só quero ver o que vão me dizer. Quero meu dinheiro de volta!

Read Full Post »

Homem limpando

Devo admitir que o namorido é um santo. Quando ele começou a dormir lá em casa todo dia, pensei: ai, agora vou ter que arrumar a bagunça dos dois. Que nada! Ontem cheguei em casa e ele havia arrumado tudinho. Tinha até lençóis no varal e roupa batendo na máquina. Sem contar que, se eu não fizer comida, ele se vira. Uma graçinha, né? Morram de inveja, ele é meu!

Read Full Post »

moça com sacolas

Quase todo dia eu chego em casa com uma sacola com presentes para minha casa. Como sai caro morar sozinha… Ontem eu cheguei carregando cortina de box novinha: a que estava no apartamento quando eu cheguei, de conchinhas azuis, estava me dando nos nervos. A bichinha era tão levinha que sempre que eu tomava banho, ela levantava com o vento e ficava acariciando minhas pernas, eca; uma toalha para mesa redonda: decobri que não fiz um negócio tão bom na mesa quanto eu achava, o tampo dela mancha à toa então sou obrigada à cobri-la; e um jogo de cama de casal para forar no sofá quando tiver visitas.

Hoje, pensando no Open House de sábado, passei numa loja que vende utilidades doméstica e comprei uns potinhos de porcelana para colocar pastas e patês. Aí tive que comprar umas colherzinhas, né? Queria comprar uma bandeja de inox para montar o bolo salgado, mas tava muito cara, então comprei uma tábua de cortar branca. Acabei comprando uma jarra de suco, porque eu tava fazendo suco no bule. Aproveitei e comprei pregadores de roupa, porque as vezes do nada começa a ventar horrores lá e já tive que ligar para o porteiro para ver se ele encontrou uma toalha de banho fugitiva… Ainda bem que não foi uma calçinha.

Read Full Post »

Você não sabe quanta falta faz um sofá até você querer assistir na sala e ter que sentar no chão. Foi essa a lição que eu aprendi nesse quase 1 mês que mudei para minha casinha nova. O móvel era o último na lista de entregas, apesar do pedido ter ido com um aviso de urgente. Como eu comprei em uma loja que não tem estoque, eles trabalham com encomenda, tive que esperar quase 1 mês para que fabricassem o meu sofá.

Sofá para a família toda

Sofá para a família toda

O sofá, em geral, é o móvel mais importante de uma sala de estar. Isso porque ele geralmente fica em posição central e tende a ser o maior móvel do cômodo. Por isso, é bom você pensar bem no que pretende com o seu. Eu, por exemplo, adoro assistir filmes e seriados, então acabo ficando longos períodos sentada no sofá. Logo, precisei de um sofá ultra-confortável. E como e gosto de colocar os pés encima, precisei levar em conta o tamanho e o tecido adequados à essa mania.

*UPDATE: Tive que tirar o sofá que estava aqui porque tem cada pessoa burra que fica me perguntando quanto custa, é só dá uma olhadinha nos recados. Não veem que eu sou blogueira e não vendedora? A pessoa nem se dá o trabalho de ler o que tem escrito no post!*

Os sofás vem em tamanhos diversos: 2, 3, 5 ou até mais, lugares. O mais comum é usar 1 sofá de 3 lugares, ou 2 sofás, um de 3 e outro de 2. Só quem tem espaço sobrando opta pelos que tem mais de 3 lugares.

Sofá de 3 lugares do estilo minimalista

Sofá de 3 lugares do estilo minimalista

Podemos dividir o móvel em 2 partes: estrutura e estofamento. Dependendo do modelo de sofá, a estrutura pode ficar à mostra ou totalmente encoberta. Em geral, a estrutura do sofá é feita em madeira, mas há sofás que abrem, ou que viram camas, que também podem ter aço em sua composição estrutural, fazendo a peça ficar mais pesada. Tem sofá que não tem estrutura, mas aí eu considero ser mais um puff que um sofá.

Sofá com estrutura aparente em vime ou similar

Sofá com estrutura aparente em vime ou similar

Em relação ao estofamento, esse pode ser em espuma, plumas e materiais diversos. Cada recheio desses dá ao sofá aparência e firmeza diferentes. Isso tudo é revestido por tecido, plástico ou couro. O primeiro é mais sujeito à sujeira e manchas, mas dá um ar de aconchego e conforto. Os demais são mais práticos e fáceis de limpar, mas não respiram e no calor, vão ficar úmidos com suor e fazer sua pele “colar” na superfície.

Sofá de couro

Sofá de couro

Como eu disse antes, há sofás que abrem e viram sofá-cama. Ótimo para quem recebe hóspedes com frequência.

Sofá que vira cama

Sofá que vira cama

E agora no mercado, há também os que tem chase retrátil, ou seja, parece um sofá comum enquanto fechado, mas você consegue abrir seus assentos para que virem chase. Excelente para quem quer uma chase e não tem espaço para que ela fique aberta em tempo integral. O que comprei é desse estilo. Tão grande que vale também como cama de casal para hóspedes.

Sofá retrátil

Sofá retrátil

Uma dica: você precisa medir o espaço que se destina ao sofá, assim como todos os lugares por onde ele vai ter que passar antes de chegar ao seu destino final. Porque você não quer comprar um sofá lindo e maravilhoso e na hora da entrega ele não entrar pela porta, né? Nem vai querer comprar um que tome conta da metade da sua sala. Então use a fita métrica!

Esse tem estrutura aparente, é de plático e ainda vira sofá-cama

Esse tem estrutura aparente, é de plático e ainda vira sofá-cama

O mais importante é testar antes de comprar. Vá à loja e sente nos sofás que lhe enteressam. Não compre nada por foto. Você precisa ver e sentir o seu sofá. Sente nas posições que você costuma sentar em casa. Deite nele. Peça para o vendedor abri-lo, caso ele abra. Só assim você vai ter certeza que tá levando exatamente o que você queria e precisava. Afinal, nenhuma casa está completa sem um bom e belo sofá!

ATUALIZAÇÃO: Como 4 pessoas já me perguntaram sobre o sofá multiuso laranja, que eu achei a imagem na internet, e não tenho a mínima idéia de quem fabrica, fui pesquisar para os preguiçosos de plantão. Esse é o site do vendedor desse sofá, mas é do Reino Unido e não há preço no site. Se quiserem comprar assim mesmo, boa sorte. Espero que isso responda a dúvida de vocês.

Read Full Post »

Minha sogra me emprestou um microondas que estava na casa de praia dela e que ela quase nunca usava. Só que na minha cozinha o único local para colocar o aparelho era encima da bancada da pia, ao lado da mesma. Conclusão, ficava microondas, pia, escorredor de pratos e poucos centímetros úteis para preparo de alimentos. Eu já estava enlouquecendo com aquela falta de espaço!

Resolvi comprar um pequeno armário/suporte para o tal eletrodoméstico. Acontece, que entre o fogão e a geladeira, eu só tenho uns 50cm no máximo, logo o armário teria que ser menor que isso. Achei um que coubesse no Shopping Matriz, lá no Niterói Shopping. O namorado que foi comprar, custou R$79. O armário veio desmontado na caixa e o namorado disse que o montaria. Pois bem, o coitado do armário ficou em pedaços no meio da minha sala durante cerca de 3 dias por falta de uma chave de fenda que se adequasse aos parafusos. Acabei malocando duas do meu pai.

Esse é o armário multiuso que eu comprei. Só que ao invés de água, coloquei o microondas

Esse é o armário multiuso que eu comprei. Só que ao invés de água, coloquei o microondas

No domingo de manhã sentamos eu e o namorido para montarmos finalmente o móvel. O manual de instruções e nada era a mesma coisa, já que esse só vinha com uma listagem de peças e um esquema tosco de montagem, sem praticamente instrução nenhuma. Penamos para acertarmos a colocação das dobradiças da única porta que havia.

No meio da montagem do móvel, o namorido vira e diz, “poxa, me cobraram R$25 para virem montar e eu disse que não.” Então fica a dica: deixa de ser pão-duro e pague o preço da montagem!

Read Full Post »

Ralo

Odeio ralos! Acho a coisa mais nojenta. Consequentemente, odeio tirar cabelo do ralo do banheiro e restos de comida do ralo da cozinha. Eca!

Read Full Post »

Older Posts »